Carnaval 2022 pede passagem para os reis de bateria - ItsPop
Now Reading
Carnaval 2022 pede passagem para os reis de bateria

Carnaval 2022 pede passagem para os reis de bateria

Os desfiles das escolas de samba da Série Ouro, do carnaval carioca, terão uma grande novidade, a presença dos reis de bateria em três das agremiações que passarão pela Sapucaí. Trata-se de Jorge Amarelloh, rei de bateria da GRES Em Cima da Hora, Johnathan Avelino, rei de bateria da Lins Imperial e Juarez Souza, rei de bateria da Acadêmicos do Sossego.

Conversamos com os reis Juarez e Johnathan, dois dos reis de bateria do carnaval 2022, para saber um pouco mais das novidades que apresentarão na avenida e suas trajetórias até a chegada a esse cargo.

O convite para reinar

Johnathan sempre amou o carnaval, mesmo distante, já que morava em Goiás. Começou a frequentar o carnaval carioca em 2010, mas foi em 2015, enquanto assistia aos desfiles na arquibancada, no meio de uma forte chuva, que ele viu sua vida carnavalesca dar uma reviravolta. Enquanto sambava demais com a passagem da Unidos da Tijuca, o rei, de quase 2 metros de altura, foi filmado e seu vídeo viralizou nas redes. Com isso, rolaram convites para ser semi-destaque, destaque, muso e até que a convite do Flávio Lins, presidente da Lins Imperial, ganhou esse cargo na corte da bateria.

Juarez que também não é carioca, mas sempre cultivou um grande amor pela folia momesca do Rio, sempre sonhou em estar a frente de uma bateria e também sempre questionou o fato de não haver uma representatividade masculina reinando. Desfilante desde 2009, recebeu o primeiro convite para reinar em 2019, mas decidiu se preparar melhor para se entregar por inteiro ao que iria se propor a fazer. Em 2020 aceitou o convite da Acadêmicos do Sossego e desde então é só alegria nos momentos vividos com sua escola do Largo da Batalha, em Niterói.

O preconceito

Ambos revelaram que já sofreram algum tipo de preconceito nas redes, com alguns comentários negativos, por conta da frente da bateria ser um espaço com uma predominância feminina muito forte, mas que com dedicação e amor conseguiram mostrar que estão ali para somar e para esse importante papel de grande representatividade.

Dividir o espaço

Johnathan divide o espaço a frente da sua bateria com Danny Fox, rainha de bateria e Bianca Ramos, madrinha da bateria, e nos contou que o clima é de grande harmonia e que com o contato que já tiveram, conseguiram interagir bem com a bateria e fazer um lindo trabalho em prol do espetáculo preparado pela agremiação.

Já Juarez divide as atenções com Malu Torres, rainha de bateria, e não vê problemas. Ele acredita que não há divisões de espaço e sim uma soma para engrandecer o desfile da escola.

See Also

O que esperar com a passagem deles

Prometo muita emoção, muito samba no pé e muita representatividade, ser um homem assumidamente gay, que samba de forma livre, que se veste além de padrões. Estar ali representando todos que tem esse mesmo sonho que eu sonhei lá atrás não tem preço! Quanto a fantasia “segredo” – Conta Johnathan.

Acima de tudo prometo levar a alegria que o nosso povo merece, samba no pé, muito carisma e respeito à minha comunidade e todos aqueles que estiverem presentes pra nos prestigiar.  Aguardem que teremos boas surpresas com a minha bateria Swing da Batalha sobre o comando do meu mestre Laion. – Finaliza Juarez.

Fotos: Divulgação.

View Comments (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

 

 

Copyright © 2022 ItsPop.com.br. Todos os direitos reservados.
Scroll To Top